Epísódio 02: Marxismo Cultural e a Degradação da Mulher




https://soundcloud.com/rvox_org/modestia-pudor-16-de-janeiro

  
Nos primeiros 05 minutos do programa, quando falo do marxismo até o marxismo cultural, usei a linha de raciocínio que a Bruna Luiza coloca no post “Marxismo Cultural: a raíz do problema moral em nossa sociedade”(http://garotasdireitas.blogspot.com.br/2013/07/marxismo-cultural-raiz-do-problema-da.html), por estar bem concatenada e organizada. Inclusive alguns pontos estão semelhantes aos dela.

Ainda sobre marxismo, usei como base e recomendo como leitura para aprofundamento:

- Aulas do COF do Prof. Olavo

-  Curso “Marxismo Cultural”, do Padre Paulo Ricardo (http://padrepauloricardo.org/cursos/revolucao-e-marxismo-cultural)

Livros (agradeço ao Italo Lorenzon, estudante de Ciências Sociais, por ter me ajudado com a indicação de vários livros):

Bases do Marxismo cultural:
“A origem da familia, da propriedade privado e do Estado”, de Engels
“Manifesto Comunista”, de Karl Marx
“História e Consciência de Classe”, de Gyorg Lukacs
“Cadernos do Cárcere”, de Antônio Gramsci
“Eclipse da Razão”, de Max Horkheimer
“Dialética do Esclarecimento”, de Marx Horkheimer e Theodor Adorno.
“The authoritarian personality”, de Theodor Adorno.
“Eros e Civilização”, de Herbert Marcuse

Críticas econômicas ao socialismo:
“Socialism: an economical e sociological analysis”, de Ludwig Von Mises.
“À Caminho da Servidão”, de Friedrich Hayek
“Capitalismo e Liberdade” de Milton Friedman

Crítica moral ao Socialismo:
“Rerum Novarum”, Papa Leão XIII.
“A ética da redistribuição”, de Bertrand de Juvenel

Casamento:
“The Future of Marriage” de David Blakenhorn
“História social da Criança e da Família” de Philippe Ariès


Restauração cultural:
“Rites of Spring: The Great War and the Birth of the Modern Age” de Modris Ekstein.
“Thinkers Of The New Left” de Roger Scruton.
“At war with the Word”, de R. V. Young (indicação Prof. Olavo no TO)
“Against Desconstruction”, de John Martin Ellis (indicação Prof. Olavo no TO)
“A nova era e a revolução cultural”, de Olavo de Carvalho

Artigos de blogs e sites

 
http://omarxismocultural.blogspot.com.br/2013/12/o-ilusionista-herbert-marcuse.html
http://omarxismocultural.blogspot.com.br/2012/04/planeada-destruicao-da-familia.html
http://omarxismocultural.blogspot.pt/2012/12/porque-e-que-as-feministas-atacam_12.html
http://omarxismocultural.blogspot.pt/2012/11/a-mulher-como-vitima-de-engenharia.html
http://omarxismocultural.blogspot.com.br/2013/12/como-o-feminismo-promove-e-lucra-com-o.html
http://www.midiasemmascara.org/artigos/cultura/12538-culpe-a-revolucao-sexual-nao-os-homens.html
http://www.midiasemmascara.org/artigos/cultura/14583-o-fim-da-mulher.html
http://www.businessinsider.com/time-to-admit-it-the-church-has-always-been-right-on-birth-control-2012-2?fb_action_ids=527731747303982&fb_action_types=og.recommends&fb_source=aggregation&fb_aggregation_id=288381481237582
http://rbfigueiredo.blogspot.com.br/2013/07/breve-reflexao-sobre-perseguicao.html
http://www.socialistparty.org.uk/socialistwomen/sw8.htm
https://www.marxists.org/subject/women/
https://www.marxists.org/history/international/comintern/3rd-congress/women-theses.htm
http://www.olavodecarvalho.org/textos/debate_usp_1.htm
http://www.olavodecarvalho.org/semana/06082002globo.htm
http://www.olavodecarvalho.org/semana/121001dc.html
http://www.marxists.org/archive/marx/works/1849/01/13.htm
https://www.marxists.org/history/international/comintern/3rd-congress/women-theses.htm
http://cavaleirodotemplo.blogspot.com.br/2009/04/como-implantar-o-maravilhoso-mundo.html

Vídeos

 
http://www.youtube.com/watch?v=jAB-wgYuUL4
http://www.youtube.com/watch?v=8p8G4b3nFOI


 Saliento que muitas indicações não são obras >conservadoras<, mas obras marxistas e necessárias para entender o cerne da questão. Atento também para o fato de que o que está sendo indicado aqui é um suave verniz em relação ao todo de atenção e estudo que a questão merece. Para entender com o mínimo de clareza o pensamento marxista, é necessário estudar antes os gregos Sócrates, Platão e Aristóteles, depois escolástica e só então adentrar em Kant, Hegel, Marx e afins.

You Might Also Like

0 comentários