6 motivos pelos quais o anticoncepcional bagunça sua vida

6 motivos pelos quais o anticoncepcional bagunça sua vida

Tradução do texto "5 Ways The Birth Control Pill Is Messing With Your Love Life"

1. Você gosta do cheiro dos caras errados

Estudos demonstraram que o anticoncepcional perturba os feromônios (que são hormônios que agem mais fora do corpo do que dentro dele). Feromônios criam nosso perfume pessoal e o usamos para atrairmos o par geneticamente adequado. Nós supostamente somos atraídas por homens geneticamente diferente de nós mesmas, uma consequência natural para evitar o aborto espontâneo, aumentar a probabilidade de ter um bebê saudavel, e ter relações sexuais mais satisfatórias. Quando se faz uso da pílula anticoncepcional, a mulher deixa de se sentir atraída por cheiros diferentes dos seus, e acaba escolhendo homens geneticamente semelhantes a si, o que pode gerar relacionamentos problemáticos.

2. Você se torna menos atraente

As mulheres que fazem uso da pílula não secretam os copulins, que são os feromônios os quai atraem o interesse sexual dos homens. A produção de copulins é cíclica, e há um auge de sua produção no período fertil da mulher - que é o seu período ovulatório. Como a pílula impede essa ovulação, então essa mulher nunca experimentará esse pico. Alguns estudos afirmam que os homens acham as mulheres que estão usando a pílula menos atraentes do que aquelas que não a estão usando e que vivem seus ciclos naturais.

3. Aumento os riscos de desenvolver alguns tipos de câncer

Os contraceptivos orais são declarados "Grupo 1" das substâncias cancerígenas pela IARC, a Agência Internacional de Investigação do Câncer (que faz parte da Organização Mundial de Saúde). Embora a pílula tenha reduzido a constatação de alguns tipos de câncer como o de uterino e o de ovário, houve um aumento significativo nos de mama, fígado e câncer cervical. Algumas mulheres que param de tomar a pílula demoram mais de um ano para voltarem a ser férteis. Os resultados de dois grandes estudos mundiais têm demonstrado que as mulheres que tomam Depo-Provera por mais de dois anos, ou iniciam sua toma antes dos 25 anos, têm pelo menos um aumento de risco de 190% de desenvolver câncer de mama. Um estudo descobriu que as mulheres que receberam progestágenos injetáveis durante pelo menos cinco anos teve uma porcentagem de 430% de risco a mais de desenvolver câncer cervical.

4. Você escolhe o cara errado

Se você começa um relacionamento quando está usando a pílula, então você pode notar, quando você parar de tomá-la, que já não se sente mais atraída pelo seu marido. Isto faz sentido - seus instintos primordiais foram desprezados. Outro estudo descobriu que mulheres que tomam a pílula irão escolher homens com aspectos mais afeminados do que aquelas que não a tomam, as quais optarão por tipos mais masculinos.

5. Isto pode permanentemente reprimir o desejo sexual

Naturalmente o impulso sexual das mulheres tem um pico em torno do período da ovulação, mas a pílula impede que isso aconteça. Não é só isso: a mistura de hormônios sintéticos destrói as reservas femininas de testosterona, que, equilibrada a outros hormônios, é a chave para o desejo e prazer sexual. Estudos têm demonstrado que a pílula pode até mesmo diminuir a sua capacidade de sentir prazer sexual.

6. Pode fazer com que o equilíbrio do humor feminino piore

A pílula tem sido associada à depressão e ansiedade, particularmente nas mulheres que têm tendência a isso. É normal haver oscilações de humor nas mulheres, mesmo que suas vidas estejam materialmente boas, e são esses altos e baixos que fazem um relacionamento funcionar. A pílula reprime essas alterações e pode fazer com que a depressão e ansiedade manifestadas devido ao seu uso destruam seu namoro ou casamento.

Se seu ciclo menstrual está bagunçado, é importante investigar a razão disto. Se você faz uso de anticoncepcional e quer parar este hábito, no texto original há dois links com conselhos sobre o assunto: aqui e aqui.

Nota Editorial: Você pode conhecer mais sobre seu corpo e conhecer outras alternativas em relação à pilula com instrutores do Método de Ovulação Billings. Visite os sites: CENPLAFAM, Fertilidade Inteligente e ouça nossa entrevista sobre Teologia do Corpo.

Traduzido e adaptado por Larissa Maria do original.

 

 

Larissa Maria

Pernambucana, estudante de pedagogia e idealizadora do blog Mel de Moça. Considero de plena importância difundir a modéstia e o pudor entre as moças, pois a pureza da alma pode levar outras almas para Deus. Guiada pela Santa Virgem Maria, tenho como princípio, buscar verdade e o saber como forma de edificar.

 

POSTS relacionados

Já temos 1 comentário(s). DEIXE O SEU :)
Paulo Eduardo

Paulo Eduardo

Sinceramente, não sou médico, mas sempre pensei que os contraceptivos, notadamente os químicos, trouxessem problemas biopsíquicos para a mulher. Anormal que uma panaceia de hormônios cesse ou retarde uma função natural do corpo.
★★★★★DIA 17.03.19 15h12RESPONDER
N/A
Enviando Comentário Fechar :/
Enviando Comentário Fechar :/