Porque fazer academia pode ajudar na sua ascese - Modéstia e Pudor

Porque fazer academia pode ajudar na sua ascese

Porque fazer academia pode ajudar na sua ascese

Diz o Catecismo da Igreja Católica que, para nos mantermos fiéis às promessas do Batismo (ou seja, para vivermos como autênticos cristãos), é importante adquirirmos autoconhecimento, praticarmos uma ascese adaptada ao nosso estado de vida e situações que vivenciamos, obedecer aos mandamentos, praticarmos as virtudes morais e sermos fieis na oração diária (CIC 2340).

A ascese, como nos diz o mesmo catecismo (CIC 2015, 2342), é parte do progresso espiritual que, junto com a oração, nos ajuda a vivermos em paz e alegria. Isto é experimentar a santidade aqui na Terra: felicidade e santidade caminham juntas e é impossível ser santo sem dominar a si mesmo. A ascese é, pois, um trabalho a longo prazo de mortificação e autodomínio.

E o que frequentar uma academia tem a ver com isso?

Pois é, a princípio você pode pensar que academia é um lugar para pessoas egocêntricas que se preocupam apenas em ter um corpo bonito. Nem sempre! Por questões de saúde física e mental, comecei a praticar um esporte e, posteriormente, a fazer musculação. Tirando os benefícios físicos que está sendo a musculação para o meu corpo (como melhora na minha postura e fortalecimento muscular essencial para minha profissão), ainda descobri diversos benefícios espirituais.

 

1)      Você se torna mais disciplinado

Ser disciplinado é algo muito difícil para a maioria das pessoas. Ir para a academia depois de um dia cansativo do trabalho (onde tudo o que você queria era uma boa noite de sono) ou sair do conforto de sua casa para malhar pode ser bem disciplinante! A disciplina se torna ainda mais evidente quando a pessoa, além da musculação, resolve seguir uma dieta (para perder ou manter o peso, ganhar massa muscular etc). Que difícil é querer comer um doce e não poder! Contrariar as vontades do nosso corpo é um dos princípios da mortificação.

2)      Você se sacrifica

Fazer força nos aparelhos, aguentar mais uma série quando você já está cansado, continuar mesmo quando a vontade é ir embora: é possível oferecer todos estes sacrifícios para Deus e para as almas do purgatório. Aprender a sacrificar-se é muito importante para tudo o que fizermos na vida. Nossa vontade nem sempre será feita nas diversas situações que vivermos.

3)      Você estabelece metas

Os treinos tem de ser mudados periodicamente, quando o corpo já se acostuma e o exercício já não é tão difícil de ser executado. Estas pequenas metas “físicas” nos ajudam a criar um espírito de planejamento, muito útil para a vida espiritual. Que tal, além das metas físicas, criar metas espirituais? Ir mais vezes por semana à missa, visitar alguém idoso, fazer alguma obra de caridade... Podemos sempre melhorar!

 

Não devemos cuidar apenas de nossa alma e desprezar nosso corpo, nem cuidar somente de nosso corpo e desprezarmos nossa alma. Que saibamos viver nosso estado de vida da maneira mais saudável (física, mental e espiritualmente) possível :)

Letícia B

A partir da necessidade de me aprofundar em assuntos de filosofia, sociologia, antropologia, e da relação destes com virtudes e religião, surgiram alguns textos que humildemente compartilho neste blog. leticia@modestiaepudor.com

POSTS relacionados

Já temos 4 comentário(s). DEIXE O SEU :)
Márcio de Souza

Márcio de Souza

Eu pratico Musculação porque sou praticante de Artes Marciais e também não vejo problema algum no homem católico (por exemplo) freqüentar academias. Daí: "Ah, mas lá têm mulheres com roupas coladas, etc!". Ora, tem. Mas o indivíduo que respeita a academia (que é um local de respeito e não de baladas) vai lá pra se exercitar, vai lá pra aprender e não pra ficar olhando mulher, além do auto-domínio sobre si. Eu vou e minhas vestes não são: bermudão, camisetão regata... é uma roupa normal e dentro da modéstia e que me permite executar os exercícios numa boa. Fora de lá, minhas vestimentas na rua são sociais e fechadas. No que não critico os caras que vão pra lá para ficarem iguais o incrível Hulk, mas meu objetivo na prática da Musculação não é ficar musculoso e andar por aí mostrando o corpo, mas sim para melhora de postura, porte físico e resistência, que são itens indispensáveis para a boa prática de uma Arte Marcial.

Um grande abraço!
★★★★★DIA 01.07.18 02h43RESPONDER
Letícia B
Enviando Comentário Fechar :/
Letícia B

Letícia B

Perfeito, Márcio! Também penso assim!


 

★★★★★DIA 01.07.18 12h07RESPONDER
N/A
Enviando Comentário Fechar :/
Jaqueline A Rodrigues

Jaqueline A Rodrigues

Muito louvável esse seu texto Letícia. Que maravilha ler isto e de fato, fazer exercícios físicos é tão desafiador e exigente, quanto fazermos sacrifícios de louvor após, um dia de provação, cansaço e dificuldade. Sendo assim, isso contribui e muito a oferecermos ao Bom Deus, o nosso não a ascídia, a tristeza, a preguiça enfim, ao não se render. Sem contar que é um remédio para alma, pois nos dá muito mais disposições pra fazer uma abstinência e ou jejum pois, fisicamente nos fortalecemos e consequentemente, espiritualmente, também. Um abraço e Deus a ilumine sempre.
★★★★★DIA 09.02.18 16h01RESPONDER
Letícia B
Enviando Comentário Fechar :/
Letícia B

Letícia B

Que bom que gostou, Jaque! É essa mesmo a ideia! :)


Abração!

★★★★★DIA 10.02.18 15h53RESPONDER
Márcio de Souza
Enviando Comentário Fechar :/
Enviando Comentário Fechar :/

Instagram